Estratégias para iniciar um novo negócio digital

Estratégias para iniciar um novo negócio digital

Hoje gostaria de trazer uma discussão sobre a importância de adotar estratégias de design e tecnologia adequadas, além de escolher o fornecedor ideal para o seu projeto de plataforma digital. Eu já trabalho há mais de 20 anos com projetos digitais e há mais de 10 na Homem Máquina direcionando clientes em diversos estágios de maturidade. Esta jornada, embora complexa, é repleta de oportunidades para inovar e criar soluções significativas que podem transformar a sua vida (como líder ou investidor) e também das pessoas que irão se beneficiar do seu produto.

1. A Estratégia de Design no Centro

A concepção de um produto digital começa com uma estratégia de design robusta. O design deve ser pensado como uma solução para criar experiências de usuário que sejam não apenas funcionais, mas também envolventes e intuitivas. A chave está em entender profundamente as necessidades, motivações e comportamentos do seu público-alvo. Por meio de pesquisa de usuário, prototipagem e testes iterativos, é possível refinar o produto de forma a atender melhor aos usuários finais. Além disso, a inclusão e acessibilidade devem ser consideradas essenciais, garantindo que o produto seja acessível a uma ampla diversidade de usuários.

Esse processo de ir e vir do Lean UX, por exemplo, de criar experiências de usuário melhores e mais eficientes com foco na aprendizagem rápida através de ciclos curtos de design, teste e feedback, minimizando o desperdício de recursos, permite seguir o caminho testando e ajustando o produto o tempo todo. Isso faz com que ele fique cada vez melhor e mais sintonizado com o que os usuários desejam.

  • Pesquisa de User Experience (UX): É fundamental iniciar com uma compreensão profunda dos usuários, identificando suas necessidades, comportamentos e valores. Este conhecimento baseia-se na essência de criar produtos que verdadeiramente ressoem com o seu público.
  • Prototipagem: A criação de versões preliminares do seu produto permite um teste prático com usuários reais. Essa etapa é crucial para iterar e refinar o produto, baseando-se diretamente no feedback dos usuários, garantindo um desenvolvimento orientado pelas necessidades reais e validações rápidas e de baixo custo.
  • Design Inclusivo: O compromisso com um design inclusivo assegura que o produto final seja acessível e utilizável por uma diversidade de usuários, abrangendo diferentes habilidades e contextos. Este princípio é essencial para promover a igualdade de acesso e a experiência do usuário sem barreiras.

2. Escolhendo a Tecnologia Certa

Ao selecionar tecnologia para seu produto digital, opte por soluções que atendam às necessidades atuais e possuam a flexibilidade para se adaptar e crescer com seu negócio. É importante considerar o estágio atual de desenvolvimento e olhar para o futuro, avaliando a robustez da tecnologia, o apoio da comunidade e quão bem ela se integra com sistemas já em uso. Além disso, ao definir o escopo do seu produto mínimo viável (MVP), lembre-se de que menos é mais. Iniciar com uma versão realmente mais enxuta pode ser mais eficaz, permitindo ajustes baseados em feedback real de usuários mais rapidamente.

  • Esteja pronto para crescer: Escolha tecnologias que possam crescer com você. Isso significa que, conforme seu negócio expande, a tecnologia também pode acompanhar sem grandes dores de cabeça.
  • Jogar bem juntos: Certifique-se de que a nova tecnologia que você está pensando em usar vai se dar bem com o que você já tem. Isso vai facilitar a vida de todo mundo.
  • Ajuda quando você precisa: Dê uma olhada se tem uma comunidade ativa por trás da tecnologia. Uma comunidade forte e um bom suporte podem salvar o dia se você encontrar algum desafio pelo caminho, até mesmo ao precisar escalar o time com urgência.
  • Pensando no futuro: Vale a pena? Confira se o que você está escolhendo não vai só funcionar bem agora, mas também seja uma boa escolha no longo prazo, considerando manutenção e atualizações (é claro, se valer a pena o investimento).

3. A Importância de Escolher o Fornecedor Ideal

A escolha do fornecedor ou CTO é um aspecto crucial e pode determinar o sucesso do seu projeto. É importante buscar por fornecedores que possuam uma combinação de expertise técnica comprovada e uma cultura empresarial que se alinhe aos valores do seu projeto. A flexibilidade e a capacidade de inovação do fornecedor também são critérios importantes, assegurando que o parceiro escolhido possa contribuir com insights valiosos e adaptar-se às necessidades em evolução do seu projeto.

Concentre-se em estabelecer uma comunicação clara e objetivos alinhados desde o início com quem vai cuidar da tecnologia. Uma parceria bem-sucedida depende da transparência sobre expectativas, prazos e metas. Priorize fornecedores que demonstram uma abordagem colaborativa e estão dispostos a entender profundamente os objetivos do seu negócio. Também estabeleça acordos de escopo aberto, porém defina os desejos o máximo que conseguir, eu gosto de usar a medotologia do “How Might We” (HMW) ou “Como poderíamos” que incentiva a exploração criativa de soluções, questionando de forma aberta e otimista como podemos superar desafios específicos.

  • Escolha quem sabe o que faz: Dê uma olhada no que o fornecedor já fez antes. Se eles têm um bom histórico em entregar o que prometem, especialmente em projetos parecidos com o seu, isso é um bom sinal
  • Valores que combinam: Ter certeza de que você e seu fornecedor estão na mesma página quanto ao que é importante significa que vocês vão trabalhar juntos de forma mais harmoniosa e ética.
  • Prontos para qualquer coisa: Seu projeto pode mudar (e provavelmente vai). Então, é essencial escolher um fornecedor que possa se adaptar e crescer com você, atendendo às suas necessidades mesmo quando elas evoluírem.
  • Inovação na veia: Parceiros que não têm medo de inovar trazem novas ideias e podem ajudar seu projeto a se destacar. Procure por fornecedores que estão sempre buscando maneiras de fazer as coisas de forma diferente e melhor.

4. Estratégias de Investimento e Desenvolvimento

Ao investir no desenvolvimento de um produto digital, é fundamental realizar uma validação de mercado para assegurar a demanda pelo produto. Além disso, o modelo de negócio e as estratégias de monetização devem ser cuidadosamente planejados para sustentar o crescimento a longo prazo. A agilidade e a flexibilidade na estratégia de desenvolvimento permitem que o produto se adapte às mudanças de mercado e tecnologia, mantendo-se relevante e competitivo.

  • Checar antes de mergulhar: Antes de colocar seu produto no mercado, dê uma boa olhada para ver se as pessoas realmente querem o que você está oferecendo. Uma pesquisa rápida pode salvar você de dores de cabeça mais tarde
  • Show me the money: Pense bem sobre como seu produto vai fazer dinheiro. É importante ter um plano claro para que seu negócio não só comece com o pé direito, mas continue crescendo forte no futuro
  • Estar pronto para dançar: O mundo muda rápido, e seu produto também precisa. Esteja sempre pronto para ouvir o que seus usuários estão dizendo e fazer mudanças se algo não estiver funcionando como esperado.

Criar produtos digitais é uma arte que combina design inovador, tecnologia avançada e uma seleção atenta de parceiros. Com um entendimento profundo de quem são seus usuários e o que eles realmente desejam, você estabelece o alicerce para um produto de sucesso. Adicionando a isso uma tecnologia robusta e colaborações estratégicas, você não só atende às expectativas do mercado, mas vai além, oferecendo experiências memoráveis aos usuários.

Espero que essas dicas sejam um farol na sua aventura de criação, e estou empolgado para descobrir as soluções criativas que surgirão do seu esforço.